21.09.2018

Aviso aos navegantes

Olá viajantes, tudo bem com vocês?
Ficamos um tempinho parados envolvidos em outros projetos mas agora o Agente por aí voltou turbinado.
Porém, vamos ficar off mais uns longos dias …
Estamos em um processo de mudança : hospedagem, plataforma e muita produção.

blog de viagens

Fiquem ligadinhos pois nos próximos meses voltaremos com muita novidade.
Vale a pena esperar.

Abraço 👍

26.04.2018

Como aprender inglês sem sair de casa

Tudo bem do lado daí? 

Hoje vamos compartilhar com vocês algumas dicas para aprender inglês sem sair de casa.
Aprender uma nova língua não é mais um luxo, mas uma necessidade, principalmente para aqueles que trabalham em grandes corporações.
Acontece que nem todo mundo tem dinheiro para frequentar uma escola ou ter um professor particular, foi pensando nesses que eu separei os melhores sites e formas para você aprender inglês no conforto de seu lar.

língua estrangeira

O primeiro site é o Duolingo , um aplicativo gratuito em que você aprende a pronúncia correta das palavras, e se for um pouquinho mais curioso, sempre ao final das aulas tem o resumo de tudo que foi aprendido e a gramática também, explicando o porque de usar tais palavras.

O Busuu também é um aplicativo semelhante, porém tem um valor anual (aproximadamente R$70, não tenho certeza). O bacana é que ele tem fóruns e você pode enviar suas atividades para outras pessoas corrigirem, tanto escrita, quanto pronúncia.
Há também vários canais no youtube ensinando falar novas línguas, mas eu particularmente gosto muito do Educação Ativa Idiomas, uma forma simples e gratuita de aprender.
Outra maneira que eu adoro estudar é através de livros de gramática, que você encontra no Kindle Unlimited ou pode comprar com valores super acessíveis, ou quem sabe tem algum primo que não usa mais seus livros que receberam em suas escolas particulares?! Uma oportunidade de ouro.
Paguei R$33 no meu livrinho de bolso que comprei na Saraiva.
Já ouviu falar da English Live? Pra mim é um dos melhores métodos pagos (pagamos R$140 por mês), uma vez que você tem professores bilíngues e/ou nativos que te “obrigam” perder a vergonha e desenvolver a fala.
Viu como há várias maneiras gratuitas ou pagas (com precinhos que cabem no bolso) ?
O segredo é você se organizar e ter disciplina (assunto de outro post).

Gostaram? Espero que sim.
Um super beijo e até o próximo destino.

02.10.2017

Tá sem grana e querendo viajar?

Muitas pessoas veem nossas fotos de viagens e dizem a mesma coisa : Quem dera ter tanto dinheiro assim! E nós concluímos com a mesma exclamação:

pixabay

A questão não é ter dinheiro para viajar, e sim se programar!

Existem diversas possibilidades de fazer uma viagem gastando menos, uma delas é o programa de fidelidade dos cartões de crédito, as famosas milhas.

Duas viagens que fizemos foi usando o programa de fidelidade da Latam, os pontos multiplus, já ouviu falar? Brevemente iremos fazer um post focado somente em viagens de milhas…
Daí você nos pergunta: Tá, entendi, mas e essa parada aí de viajar gastando menos?!
Na verdade, tudo depende de um planejamento e organização.
Fizemos uma experiência recente evitando gastos. Não fomos à restaurantes almoçar como de costume, pelo contrário, todos os dias levamos comida de casa (e diga-se de passagem que é bem mais saudável) , na faculdade levava sanduíche natural, e gastava somente o que de fato precisava. Colocamos no papel e foi assustador. Tivemos uma economia de R$600,00 (seiscentos)!

Imagina a pessoa que todo dia quer tomar aquela cerveja, ou comer um lanche, hummm açaí bem gelado e completo… Somado no fim do mês haverá uma economia que as vezes é jogado no ralo como água em torneira aberta.

Imagina se junto R$600,00 todo mês, em um ano tenho R$7200,00, podemos fazer uma viagem internacional!

Se deseja desfrutar desse mundo, conhecer lugares novos e explorar horizontes, aos invés de reclamar que não tem dinheiro, se programe. E depois nos conte se deu certo.

 *maior parte deste conteúdo é do blog da Klíssia Mafra, clique aqui

11.08.2017

Como tirar o passaporte
tirar o passaporte

Não sabe como tirar o passaporte? Fique ligado no post de hoje que temos certeza que vai sair daqui pronto pra adquirir o seu livrinho que vai te possibilitar conhecer o mundo.

Preciso ter passaporte?

Não adianta querer conhecer a Europa, explorar a Ásia ou aventurar-se na África se não tiver em mãos um documento de identificação internacional (passaporte). Dentro do Brasil e no Mercosul (Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Venezuela, etc.) você pode ir somente com a cédula de identidade, mas para outros destinos, é impossível.

Você mesmo pode fazer a solicitação do seu passaporte através do site da Polícia Federal.

Vamos ao passo a passo?

Tenha em mãos a documentação necessária:
* Identidade (Com validade de DEZ anos)
* CPF
* Título de eleitor
* Certificado reservista (para homens de 18 a 45 anos)
* Comprovante de residência
* Certidão de nascimento/casamento

OBS.: Crianças de até 3 anos, necessitam levar junto (além dos pais e da guia de autorização assinada e autenticada em cartório), 2 fotos 5×7.
E é obrigatória a apresentação do RG para crianças acima de 12 anos.

Conseguiu separar os documentos? Agora preencha o formulário disponibilizado no site.

Após inseridas todas as informações, imprima a GRU para pagamento.
A guia é válida por até 5 anos, não é transferível e nem reembolsável. Pagando a taxa, você precisa aguardar compensar no sistema, que pode demorar de 1 até 5 dias úteis.

Compensada a guia, você entra no mesmo site e seleciona a opção Agendar atendimento.
Insere suas informações (CPF, número do protocolo gerado e data de nascimento).

Pronto! Imprima o agendamento e compareça no lugar marcado levando consigo toda a documentação original.

A entrega do passaporte vai depender da demanda do posto de atendimento que você se agendou.
Quando eu fiz o meu, demorou em média 10 dias. Hoje em dia nosso clientes estão pegando os seus com aproximadamente 20 dias após a data de emissão.

Viu como é fácil?

Bon voyage.

31.07.2017

Agente por aí
Agente por aí no Chile

Agente por aí começou depois de nossa primeira experiência internacional.
Casamos em 2011, e é incrível como o tempo passa rápido! Daqui a pouco já estaremos fazendo bodas de zinco! Mas nem sempre vivemos de momentos glamourosos, de poltrona em poltrona de avião. Logo no início enfrentamos algumas dificuldades envolvendo o tão desejado e ao mesmo tempo problemático, raíz de muitos males, dinheirinho. Moramos de favor por dois anos e nesse período, sem muita opção e com necessidades básicas de uma família, iniciamos um pequeno empreendimento: vendíamos bombons de bar em bar todas as noites, não havia lugar para preguiça e nem vergonha.

A reviravolta 

Quando por fim, em 2014, nossa matriarca precisou ausentar de seus negócios por fatores pessoais, e não havia ninguém que pudesse substituí-la. Foi aí que surgiu a oportunidade de trabalhar e gerenciar uma agência de viagens, a qual até hoje estamos envolvidos nessa.

Uma nova profissão e uma nova paixão: viajar!

Foram muitos dias de suor e calças rasgadas entre coxas, dias de ouvir debochas de pessoas preconceituosas. Por isso valorizamos e muito os profissionais informais, pois ali você vê o sustento de uma família inteira.

E é gratificante como Deus nos deu essa oportunidade. Pra quem nunca havia conhecido o mar, hoje faz coleção de carimbos no passaporte.

Agente por aí

Em setembro de 2015, tivemos nossa primeira aventura em Natal no RN, logo em seguida Portugal, França e hoje já colecionamos carimbos de mais de 8 países.

Amamos conhecer novas culturas e novos destinos. E por isso decidimos compartilhar cada momento.
Não, você não está lendo errado, sequer temos o intuito de matar o português, é “agente” junto mesmo, remetendo à profissão agente de viagens e “a gente” nós dois.

Somos Lucas e Klíssia Mafra, do blog Agente por aí.

Embarque com a gente nessa!

Siga nosso instagram: @blogagenteporai